Alguém sabe como funciona isto?

5.13.2005

Dias

Nom tivem tempo nestes últimos dias para escrever nada, mas também nom queria, para conservar assim, como último comentário a informaçom sobre a celebraçom por parte de Fala Ceive do Dia das Letras no Berzo, que terá lugar hoje, sexta-feira, 13 de Maio.
Forom-se passando assim várias cousas da actualidade destes intensos dias, das que gostaria ter feito cá algumha mençom. Por exemplo, a reportagem publicada no Diário de Leom, no dia 8 de Maio, e da que também se fijo eco, por sorte, o Portal Galego da Língua, e na que, baixo o título de "A realidade do bilingüismo", dava por estabelecido que "Um de cada tres fala galego", referindo-se à populaçom da nossa comarca. A reportagem recolhe os dados dum estudo ("quizais o mais sério que podamos atopar", reconhecem) de Quique Costas, no que se di que no Berzo "falam de forma cotiam e como primeira língua 35.000 pessoas", dado que aparece afortalado por umha declaraçons de Xabier Lago, Secretário de Organizaçom de Fala Ceive, que explica que "um de cada três berzianos, fala galego". A reportagem tem muita informaçom e muitos dados que podem servir para muitos comentários e debates (entre eles, por exemplo, o dado de que se 35.000 pessoas ainda tenhem o galego como língua primeira, o número de berzianos e berzianos que podem reconhecer saber falar ou entender a língua galega deve achegar-se practicamente ao cem por cem, igual que no território da Comunidade Autónoma Galega; ou, por só citar outro, como é possível soster umha "infraestrutura docente do galego no Berzo", como o próprio diário lhe chama -572 alunos e alunas de língua galega, 15 centros públicos a impatir esta matéria e 7 profesores-, com só 9200 euros de gastos a maiores. Seguro que o orçamento do alcaide de Ponferrada para isso que se chama "gastos de representaçom" é maior que isso). Mas enfim, melhor que leades, aquelas e aqueles que estejades interessad@s a reportagem, da autoria de Alejandro G. Garcia.

Outro dos temas que tinha que ter aparecido por cá é a apariçom da nova revista de Fala Ceive, Berro do Leste. É umha revista modesta, singelinha, mas importante, que podes consultar integra em formato pdf, e que foi editada mercé a colaboraçom com A Mesa. A publicaçom já está a ser distribuida por diversos pontos da comarca, e hoje, nos actos que à tarde celebramos em Ponferrada, será apresentada publicamente. Nesta, como noutras muitas actividades de Fala Ceive, é justo reconhecer a colaboraçom de entidades e pessoas que colaboram na defesa, promoçom e dignificaçom da nossa língua nesta comarca arraiana, ou irredenta, mas sobre todo é justo reconhecer o trabalho de Carlos Belho, o gestor do web de FC, que tanto, e tam bom, trabalho fai.

Mais cousas que deveriam aparecer neste humilde blog de operário, desde o que prometo o fim da tirania: o acto celebrado onte, com a presença do concelheiro de cultura de Ponferrada, na Biblioteca Pública desta cidade, consistente na doaçom de livros, periódicos e revistas em língua galega, por um valor de 2500 euros.

E, com toda certeza, ficarám no esquecimento algumhas outra cousas que cá tinham que ter aparecido comentadas, mas nom quero deixar passar umha que me parece do mais importante: o apoio à manifestaçom do dia 15 em Compostela, convocada por catorze entidades, entre elas Fala Ceive, baixo a legenda "NA GALIZA VAMOS VIVER EM GALEGO".

E dito tudo isto, o comentário a seguir será sobre o fantástico recital da quarta-feira, dia 11, em Chantada, convidado polo IES "Lama das Quendas".

1 Comments:

Blogger From Hell said...

Pois si que tiñas cousas que contar...
¿agora estás a vivir no Berzo? Non sabía nada, pensei que aínda andabas por Compostela...
Sorte no recital... eu hai tempo que deixei de facer esas cousas, de feito penso que o último foi ao teu lado (que romántico soou iso).
saúdos e copas burbur

11:39 da manhã

 

Enviar um comentário

<< Home